Sobre o 1 de Dezembro de 2011 (parte1)


Às vezes quero abandonar tudo.
Sinto cansaço e os dias repetem-se, a rotina instala-se e eu perco de mim um pouco a cada momento.
Preciso de escrever e viver...
Na escrita que me preenche, nas palavras que uso para me sentir viva, nas palavras dos que lêem e que compreendem.

2 comentários:

  1. Sorri quando li a parte dos atributos. Isto não é só a ti. Impressionante como me revejo nestes dois textos sobre o dia 1 de Dezembro. E revejo-me após me ter sentido assim (novamente) ontem.

    ResponderEliminar
  2. Acredito que não seja só a mim, acredito que mais alguém ontem tenha sentido o mesmo que eu, não tenha almoçado e ao fim do dia sucumbido a um telefonema de uma amiga e ter continuado a chorar.

    Acredito que somos assim porque não explodimos e parvos continuamos a acreditar que o melhor ainda está para vir.

    Optimistas, nós somos! ;)

    Obrigada pela visita, N.

    ResponderEliminar