Cheia sem ti

Hoje perdi a lembrança de te trazer comigo porque deixei-te no frio da minha casa,  no recanto do meu quarto.
És um vício que vive em mim, dessaranjas-me momentos porque deixo de ouvir por ter urgência em partilhar e em ler o que os outros partilham.

És elogiado por mim e por muitos outros. Tens sempre mau timming e procuro em ti a atenção que não tenho de terceiros.
Mas, às vezes ... Blackberry, odeio-te.
Hoje, a minha voz ninguém ouviu e não respondi a nenhuma mensagem.
Sem ti senti o sabor da consequência de não ter com que brincar quando estou com alguém. E gostei, brincar com as pessoas é tão mais engraçado e desafiante.

Sem comentários:

Enviar um comentário