Earphone's on. Reality off #144

So, when the sun went down And I lost your eyes I prayed to God let the light Shine off you again

Se não conseguirem ouvir a música aqui, ouçam no youtube. Vale mesmo a pena, Abigail Wahburn foi uma das minhas descobertas no ano passado. 
Abigail Washburn - It Ain't Easy

Earphone's on. Reality off #142


Hoje o meu irmão mais novo faz anos.
20 aninhos e esta é a banda preferida dele.


Metallica - Master of Puppets

Earphone's on. Reality off #141


Esta era das bandas preferidas do meu irmão.

Limp Bizkit - Behind Blue Eyes

Earphone's on. Reality off #140


De regresso ao trabalho. 

e com, talvez, a maior responsabilidade da minha vida em cima dos ombros: ajudar a minha cunhada na educação da minha afilhada. 

The Miserable Rich - Ringing The Changes
Nate: Sorry, there was an accident on the 405. Both cars totaled. Should have stopped to hand out cards. 
from Six Feet Under - S01E07

Sempre pensei que neste tipo de trabalhos, o serviço é 24/7, realizado por turnos com o objectivo de acelerar o processo de modo a minimizar a dor dos que esperam pelo momento da despedida final. 

Deparei-me nestes últimos três dias que os especialistas no negócio da morte são uns abutres. Os polícias que deveriam enviar relatórios (por fax, custa muito enviar logo?) são uns preguiçosos. Os patologistas que trabalham em morgues não passam de mais um bando de funcionários públicos que adiam o trabalho porque é mais importante o fim-de-semana ou o feriado municipal do que atenuar a dor da família que está à espera de um corpo que seja libertado após a autópsia. 

E ando eu a pagar impostos para que a minha dor seja prolongada por quase seis dias para que esta cambada de incompetentes possa andar a se queixar dos cortes dos subsídios mas a continuar a ter dinheiro para passar o tempo todo na merda do café para que possam se queixar da falta de tempo. 
Se esta cambada de espécies de administrativos e supostos donos da sabedoria (que se surpreendem quando uma pessoa pede para verificar a hora de um fax) trabalhassem por objectivos tudo seria diferente.

(inserir enorme palavrão aqui)

Quando ainda se ignora a morte



30-07-1978
17-08-2012




Smile It's Friday #81





nota: esta tira tem mais piada para quem conhece o livro. Eu chorei ao lê-lo! O meu sobrinho de 13 anos achou 'giro', o de 9 'interessante', as sobrinhas não me ligaram nenhuma, talvez por causa da idade delas: 24, 15 e 4 meses.   :) 



Por ordens médicas devo evitar fazer esforço com a mão direita, principalmente  os que costumo fazer com o rato e com o teclado - estou com uma tendinite grave na mão e que está a atingir o ombro (Periartrite do ombro). Por isso e porque também estou de férias onde sou paparicada pelo pai, e tenho muita coisa do GDE para actualizar, estarei ausente da blogosfera e do mundo virtual.

Vou descansar e seguir as ordens da médica que passam por fazer o mínimo de esforço.
Fazer muita praia, levantar minis, ler relatórios desportivos e passar a página de livros são para mim bons exemplos de pouco esforço.  :) 



Até ao meu regresso.


Pérolas de Família


Entre 27 de Julho e hoje, os filhos emigrantes foram parar a casa, via Sata, via Easyjet, via Transavia, via TAP, todos chegaram de surpresa. 

Mãe queixa-se. Diz que a vamos matar do coração, e... ao mesmo tempo chora. Já não tinha os seus sete filhos reunidos, ali debaixo da asa dela, há mais de um ano.

Filme: The Kid with a Bike (2011)




Este filme achei-o aborrecido porque acho que devemos sempre nos agarrar aos bons momentos e nunca aos maus, e dizer obrigada a todos aqueles que gostam de nós.  

Vi-o com a S., durante a nossa semana louca de Optimus Alive e de férias, que gostou imenso e disse uma frase muito sábia:


Nunca se sabe qual será a nossa última oportunidade para ser feliz. 




E assim acabou as minhas 'reviews' dos filmes que andei a ver nas últimas semanas.
Descanso será a palavra mais usada nos próximos tempos. 

Filme: La source des femmes (2011)


Que as mulheres são o ser mais poderoso e com maior poder de influência todos nós (penso eu) o sabemos. Mas, também sabemos que quando as mulheres tomam uma decisão que pode colocar em causa a tradição ou a regra um dia colocada por um homem, essa mulher é mal vista, é tratada mal e até colocada de parte.  E quando uma mulher consegue consegue juntar à sua causa outras tantas mulheres insatisfeitas com a condição actual, o assunto passa a ser quase de estado
O filme A Fonte das mulheres é de ver e rever. Não só por mostrar a vida das mulheres, que têm mais deveres do que direitos, numa tribo árabe, mas por caricaturar (será mesmo caricatura?) as piadas machistas que ainda existem. 


Earphone's on. Reality off #138



Lizzie West - Dusty TurnAround


Arrábida

Embora houvesse aqui e ali 
espaços de uma atmosfera enevoada
os trilhos brilhavam, de encontro às pedras
ainda selvagens
aproximando-se e afastando-se
rumo aonde ninguém sabe

José Tolentino Mendonça
Dados da foto: 
Autor: eu 
Data: 28-Julho-2012 
Local: Cabo Espichel, Setúbal



Filme: Carnage (2011)



Excelentes interpretações de grandes actores. 
Filme imperdível sobre dois casais que têm que tratar de um assunto relacionado com os filhos de cada um. Mas como em qualquer discussão sobre aqueles que amamos, nada é o que parece e a falta de comunicação, a má comunicação, o diz que disse, o disse que faz, o que não faz, o que faz o que o outro quer, a frustração das opções tomadas para a felicidade do outro, tudo acaba por vir ao de cima. Porque todos nós temos momentos de pequenas explosões e desejos de dizer tudo o que pensamos. 
ADOREI. 

Nancy Cowan: [reaching for the scotch bottle] Let's get out of here, Alan. These people are monsters. Alan Cowan: Stop it, Nancy.
Nancy Cowan: No, no, no. I want to drink some more. I- I wanna get drunk off my ass! This- this bitch throws my bag against the ceiling, nobody lifts a finger. I wanna be blind drunk.
Alan Cowan: You're drunk enough.
Nancy Cowan: How can you let her call our son a criminal? We come over here to work things out with them and they, they insult us, they browbeat us, they lecture us about being good citizens of the planet! I am glad our son kicked the shit out of your son and I wipe my ass with your human rights!
Michael Longstreet: Wow! Get a couple of drinks in her and BAM!, her true self comes out.


Earphone's on. Reality off #137



A precisar muito que chegue a sexta. 

Helen Austin - Take me away