Desejos de... @Madeira.

Campanha Publicitária digna de destaque. :)


Andei a passear pela ilha à procura do presépio 'mai lindo' (carreguem no link para ver fotos). Ainda falta o concelho de Câmara de Lobos e o do Funchal. Sabem como é, em casa de ferreiro... :)


Jinhos e continuações!


Dados da foto:
Autor: eu
Data: 29-Dezembro-2008
Local: Av. Calouste Gulbenkian aka Edifício 2000, Funchal

Ano 2008: Top 5 Filmes

Top dos Filmes que me marcaram este ano:

01. The Bucket List
02. Lars and The Real Girl
03. Into the Wild
04. Kung fu Panda
05. My blueberry nights
06. Dan in real life
07. Bienvenue Chez Les Ch'tis
08. The Hottest State
09. Burn After Reading


Favourites quote of the year:
  • "What did we learn? Uh... Not to do it again. I don't know what the fuck it is we *did*, but..." (in Burn After Reading)
  • "You are too concerned about what was and what will be. There is a saying: yesterday is history, tomorrow is a mystery, but today is a gift. That is why it is called the present" (in Kung Fu Panda)
  • "Dear Jeremy, "in the last few days, i've been learning how to not trust people, and i'm glad I failed. Sometimes we depend on other people as a mirror, to define us and tell us who we are. And each reflection makes me like myself a little more. Elizabeth"
  • Marie: You don't have to smile.
    Dan Burns: It's better than the alternative (in Dan in Real Life)

@Madeira - Volta à Cidade do Funchal

Só para dar os parabéns à O. que voltou a ser a melhor madeirense na Volta à Cidade.

Amanhã pagas o almoço na nossa ronda de presépios à volta à ilha. ;)

Patxocas@Madeira (Away)

Apesar de ter faltado às noites do mercado, vou estar na Madeira de 24 a 7 de Janeiro - 14 dias cheios...
E depois terei mais 7 dias de 24 de Janeiro a 01 de Fevereiro. :) Este mês estou mais lá do que cá. Tão bom.

Apanho o vôo hoje daqui a umas horitas. :)

Jinhos.


Ano 2008: Top 10 Música

Categoria: Continuo a apreciar
Mesa;
Coldplay;
Eddie Vedder

Categoria: Adorei que tivessem aparecido
Deolinda;

Categoria: Vou-te adicionar à banda sonora da minha vida
Mal por Mal - Deolinda
Rise - Eddie Vedder
Origin of Love -
Hedwig and the Angry Inch
Catgoria: Concerto do ano
Cat Power no Coliseu dos Recreios

Categoria: Dia de Festival que mais apreciei
Optimus Alive: The National, Hercules and Love Affair, Gogol Bordello e Rage Against the Machine - por conseguir juntar numa só noite vários grupos que aprecio.
Categoria: SoundTracks que estão em loop no Ipod
Into the Wild
P.S. - I Love you (excepto a música do James Blunt... blurgh)
Once
Juno

Categoria: Mudo de estação de rádio quando passa
The story - Brandie Carlile
Sweet about me - (?)

Ano 2008: Ano em Revista-#2

Agora nem falta você


Ano 2008: Ano em revista-#1

Dei início a 2008 com uma lista de coisas para fazer. Só que este foi um ano conturbado e a lista foi mudando ao longo do ano... Fui ao moleskine e cá está um pequeno resumo dos apontamentos, a riscado aquilo que fiz. :) :

A lista em Janeiro de 2008:
1. Fazer um piercing;
2. Telefonar mais vezes à M, à O e à S. (nada de MSN);
3. Fazer um curso de mergulho;
4. Passar o aniversário com o G. fora de Portugal;
5. Estar um mês sem comer carne;

Março de 2008:
1. Sobreviver a uma separação
2. Fazer um curso de mergulho
3. Arrendar uma casa só para mim
4. Esquecer aquele que achamos que era o amor da nossa vida
5. Não ser vingativa e ignorar que os homens preferem as miúdas de 24 anos.
6. Não deixar que o casamento do meu irmão P. me afectasse.

Junho de 2008:
1. Mandar CVs para a Madeira e procurar emprego lá
2. Sorrir. Sorrir sempre, é bem melhor que a alternativa
3. Fazer uma tatoo dedicada à amizade
4. Fazer um curso de mergulho
5. Contar à família a razão da separação.

Setembro de 2008:
1. Mandar CVs para a Madeira e procurar emprego lá
2. Não deixar que o casamento do meu irmão J. me afectasse.
3. Gostar mais de crianças depois de ser madrinha de baptismo
4. Fazer um curso de mergulho
5. Contar à família a razão da separação.

Dezembro de 2008:
1. Mandar CVs para a Madeira e procurar emprego lá
2. Planear 2009 com a esperança de que regressarei à Madeira
3. Fazer um curso de mergulho
4. Voltar a sair com homens
5. Tomar muitas ponchas nas férias na Madeira
6. Contar à família a razão da separação.



Filme: Mulheres


"It feels like someone kicked you in the stomach, feels like your heart stopped beating, feels like that dream you know the one when you are falling and you want so desperately to wake up before you hit the ground but its all out of your control, you cant trust anything anymore, no one is who they say they are, your life is changed forever, and the only thing to come out of the whole ugly experience is no one will be able to break your heart like that again. "


Tirando pequenas pérolas, o filme entra no TOP10 da categoria Filmes a ver só uma vez.
O elenco é Excelente mas, está muito mal aproveitado.

Filme: As Memórias que Nunca se Apagam

Esperemos que ...
BREVEMENTE num cinema perto de si.





Mais informações aqui e aqui..


Nota:
Esta música com este cenário faz-me chorar.

Madeira: Retratos da nossa terra - Câmara de Lobos


Eu participei no Concurso, mas não ganhei nada.
Esta é a foto vencedora do meu concelho - Câmara de Lobos.

JM online

É uma boa foto, mas, não acho que vá de acordo com o objectivo do concurso.
Mas, isso são outras histórias ou discussões ou fotografias. :)

A partir de hoje, estou em contagem decrescente para as férias... e só meto-me em debates se tiver uma poncha na mão.
--

Com tempo, coloco aqui aquelas que acho que são justas vencedoras, mesmo sem conhecer as perdedoras. :)

Filme: Transamerica

Nunca tinha visto o filme. :S
Hoje fui à estante de DVDs e destruí a minha arrumação que está por ordem alfabética e separei em duas listas - visto e por ver - ambas, claro ordenadas alfabeticamente. :)

Na lista de filmes para ver estava Transamerica que foi o seleccionado para a noite de hoje.
Muito bom. Um papel fantástico da Felicity Huffman.




Well I can't tell you where I'm going, I'm not sure of where I've been But I know I must keep travelin' till my road comes to an end
I'm out here on my journey, trying to make the most of it
I'm a puzzle, I must figure out where all my pieces fit

Natal@Madeira - #2

Estou com a Margarida.
;)

Este ano não vou a nenhuma noite do mercado.. fonix!
Mas, a todos os que me têm enviado sms e emails a dizer que não sei o que vou perder só vos digo: quero ver se vão aguentar a minha pedalada entre 24 de Dezembro e 6 de Janeiro. :D

Natal@Madeira - #1


22 DE DEZEMBRO
Noite do Mercado - Estreito de Câmara de Lobos
20H00 - Banda Recreio Camponês
21H00 - Grupo Folclórico de Santa Rita
22H00 - Grupo Vozes do Mar
23H00 - Sweet Dancers

Para ver o Programa de Natal completo da CM de Câmara de Lobos, seguir o link.



Mas porque raio é que vou tão tarde, só dia 24 - este ano?
Assim vou perder a Noite do Mercado do Estreito e a do Funchal que é na noite de 23.
Ah, já me lembro... Porque volto lá no final de Janeiro para passar 7 dias e celebrar o meu aniversário com a família. :)

How much do you worth? :)

bedroom toys


Pelos vistos, o simples facto de ter um piercing no nariz e uma tatoo algures que não vou dizer onde abona a meu favor. :D

Fortalecida

Adoro esta música. Não me perguntem porquê porque o que fiz foi exactamente o contrário.
E não quero voltar atrás.

(...)I'm not broke I'm just a broken hearted man (...)

A fase que tenho ultrapassado tem me fortalecido. Sou uma trintona fortalecida. :)

I just walked away

9 meses depois e a minha resposta ainda é a mesma:

Elizabeth: [wiping her tears] How do you say goodbye to someone you can't imagine living without? I didn't say goodbye.
[pause]
Elizabeth: I didn't say anything. I just walked away.

(in My Blueberry Nights)

Há momentos assim...

E quando decidimos dar uma nova hipótese ao contenete, eis que o telemóvel vibra pelas 10 da manhã e diz:


Leio a mensagem e fico com lágrimas nos olhos:

'Hoje vou à poncha com o meu irmão, queres aparecer por lá? Sei que vais dizer que não, mas, não esqueço as pessoas simpáticas, divertidas, alegres e queridas assim tão facilmente. O mais importante não é ver o sol todos os dias mas sim saber que ele existe. Bjs e até dia 24. C.'


Ele, o C. é um amigo de infância que tomou umas ponchinhas comigo este verão. Ele é bem capaz de ir à poncha ao Jardim da Serra, num barzeco que lá existe e onde o dono que é amigo do meu pai faz-me uma poncha de limão fabulosa. :)

Obrigada C. por me animares o dia e mostrares que o pessoal da Madeira está desse lado. ;)


--
Um dia destes coloco cá os melhores spots para beber uma poncha na Madeira. ;)

Filme: The butterfly effect

Grandes filmes merecem reposição. :)




You can't change who people are without destroying who they were

Teatro: A Bíblia: Toda a Palavra de Deus

Acabadinha de chegar do Teatro e só tenho a dizer que a Bíblia é muito melhor que as
Vampiras Lébicas de Sodoma.
:)


A Bíblia d'uma só assentadaIde ver. Ide. :)

Filme:Ensaio sobre a cegueira

Gostei.

"...just like everything else in life, let time take its course and it will find a solution...."
in Blindness

Um dia...

Ainda relacionado com este post , queria só pedir novamente para pedirem aos Deuses por mim.

Apesar de mostrar que estou feliz e que está tudo bem comigo, a minha vida anda um caos e sinto-me miserável todos os dias.
- Embora já a tenha encontrado, a semana passada perdi a carteira.
- A minha mãe foi operada.
- Uma das minhas melhores amigas faz hoje uma biópsia.
- Bati com carro ontem, desta vez foi uma declaração amigável porque foi coisa pouca.

Sinto-me abandonada pelos Deuses...

Os últimos fins-de-semana foram excepções mas, por cada dia da semana que passo por cá é sinal de mais um cabelo branco e sinal de que preciso mesmo de sair daqui.
Por incrível que pareça o Contenente e o meu trabalho estão a sufocar-me.

Para ajudar ainda mais a festa, hoje ao tomar o meu café com leite apanho este pacote de açúcar:


E eu que não bebo café nem chá com açúcar. :S

Do ants have weekends?

Este foi um fim-de-semana em que estive ocupada a 120%.

Na sexta-feira tive uma reunião no Porto e já cheguei tarde a
Lisboa e perdi um jantar com uma ex-colega de curso e uma amigona - a P. - que veio da Alemanha passar uns dias a Portugal.

No sábado trabalhei a tarde toda para antecipar uns testes de um projecto que tenho em mãos.

Ao final do dia de sábado chegou a O.- uma das minhas melhores amigas madeirenses - que veio da Madeira ao IKEA fazer uma data de compras...
Fomos ao IKEA no sábado para fazer o plano de percurso e de compras de acordo com a lista de compras que a obriguei a fazer antecipadamente.
No domingo estivemos lá quase 9 horas. Fiquei KO e enjoada da comida sueca e com imensas histórias para contar.
Ontem ao final do dia até concordamos em escrever um livro com o tema "Duas estreitenses no IKEA" onde podemos contar as nossas peripécias de como meter uma embalagem maior do que as duas juntas num carro de compras ou como duas mulheres conseguem encher com facilidade 5 carros de compras do IKEA em 30m. :)

Hoje, a O. regressou para a Madeira no vôo das 7h da manhã e cá estou eu a trabalhar desde essa hora. Já não valia a pena ir a casa. Tenho a certeza de que me deitaria no sofá e iria dormir.



Espero que a semana seja mais sossegada. ;)

Jinhos e BOA Semana de trabalho.
P.

Chocoholic

Alguns sabem, por um post anterior, que adoro iogurtes líquidos ou então tem que ser iogurtes naturais ou de aroma. Nada de coisas cremosas. :)

Mas o que muita gente não sabe é que eu nos últimos 3 meses ando a ficar uma pura chocoholic.

Não consigo passar um dia sem comer um pedaço de chocolate.
- M&Ms de amendoim;
- Tiramisu, tipo iogurte, do PingoDoce;
- Profiteroles do Jumbo;
- Queques de chocolate sem açúcar do Jumbo;
- Bolo de chocolate da Avó do Continente;
- Leite de chocolate;
- Croissant de chocolate;
- yada, yada...

Vale de tudo. O que quero mesmo é chocolate. :)





P.S. - As pequenas/grandes e médias superfícies aqui mencionadas não me forneceram nenhum chocolate em troca da publicidade gratuita. :(



Jantar de GaIjas@DEI, FCTUC - #3

Fim-de-semana diferente.
Fim-de-semana em Coimbra.
Fim-de-semana a matar saudades.
Na sexta à noite uma ida ao São Paulo beber umas minis.
No sábado de manhã uma ida à feira do Norton de Matos.
No sábado à tarde a visita cultural à UC. Nunca tinha ido à Sala dos Capelos nem à biblioteca Joanina e muito menos sabia que havia uma prisão por debaixo da Faculdade de Direito.
Uma ida ao Couraça para comer uma tosta de galinha e beber várias minis.

O Jantar em si. :)
Tanta mulher. Tanta saudade de tanta gente. Todas elas de uma maneira ou de outra me marcaram.

A ida para os copos em Coimbra.
As monumentais. O Cartola.



Dados da foto:
Autor: eu
Data: 15-Novembro-2008
Local: Universidade de Coimbra, Coimbra

Nota:
Odiei o novo Clube de Rugby. Mas, tem algum jeito aquilo agora ser todo pipi?

Jantar de GaIjas 2008@DEI, FCTUC - #2

É já amanhã.
Mega-jantar só de GaIjas de EI. ;)



Ai saudades de sair à noite em Coimbra...

Se vos disser que ao ouvir a estudantina surgem umas lágrimas... ;)


Someday I'll forget you ... - #2


Para explicar o porquê do post anterior:
- namoramos 8 anos e 9 meses dos quais 3 anos foi em união de facto.

E ontem fez 8 meses e 9 dias que ele pediu um tempo e nos separamos.

Someday I'll forget you ... - #1

someday is arriving...

"Someday I'll forget the color of your eyes, the sound of your voice will be unfamiliar. Someday I'll forget that I once loved you, the feelings will have faded, someday I'll forget."

Não me lembro do tom da tua voz.
Esqueci-me de que côr são os teus olhos.
Não me lembro da cor das tuas mãos.
Não me lembro das tuas preferências literárias e acima de tudo esqueci-me das tuas horríveis preferências musicais.


Mas,
Ainda me lembro do quanto te amei.
Ainda me lembro de alguns momentos que passei contigo.
E ... ainda me lembro do teu sorriso.

Great minds think alike

Medo... muito medo.

Hoje ao consultar um dos blogs do qual sou visita assídua verifiquei que houve mais alguém que decidiu ver o filme Into the wild.

E que a frase que o mais marcou também foi a mesma que eu usei. :S
Medo... muito medo.
:D

O final do fim-de-semana...

Passei o fim-de-semana engripada e com insónias. :(

Ontem fui ao cinema ver Bond, James Bond.
Adoro o Daniel Craig e com ele re-apaixonei-me pela saga 007. - Daddy influences.



Esta noite li um livro que afinal já foi adaptado ao cinema. Por isso, hoje e influenciada pela Palah optei por me deitar no sofá e vi três filmes: 2 filmes que há muito queria ver e revi 1.

O 1º foi a visualização do filme adaptado de um livro que li o ano passado. E pela primeira vez posso dizer que o filme está tão bom e quiça melhor que o livro. :)



O 2º filme foi escolhido por causa da minha paixoneta pelo Kanu Reeves. "Life is not a book, Alex. It can be over in a second."



O 3º é o filme da minha vida durante o ano de 2008. Acho que não existe o filme da nossa vida para todo o sempre. Devo alterar o título? Devo colocar o filme de 2008? ;)
"Hapiness only real when shared"



Chicklit Books - #1

Este é que é um verdadeiro livro light.
Lido esta noite enquanto o sono tardava a chegar, voltei a ter insónias (*) daquelas que tinha há meses atrás. :(
"What do you do when you find a stranger in your closet; particularly when she's surprised that you can even see her -- and she can disappear and reappear at whim? What if she then tells you that her body is actually in a coma on the other side of town? Should you have her see a psychiatrist or should you consult one yourself? Or do you take a chance and believe in her, and allow yourself to be swept up in an extraordinary adventure? This is the beginning of the dilemma that Arthur, a young San Francisco architect, is faced with when he discovers Lauren in his apartment. Arthur is the only man who can share Lauren's secret, the only one who can see her, hear her, and talk to her when no one else so much as senses her presence. So when doctors prepare to end Lauren's physical care -- which would destroy the magical bond she and Arthur cherish -- he must find a way to save her. For, after all, it is only her love that can save him."


(*) Esta semana fez 8 meses que voltei a ser solteira. Desde então dediquei-me ao trabalho como uma leoa. Acho que já é altura de voltar a investir numa vida pessoal, não acham? ;)

Jantar de GaIjas 2008@DEI, FCTUC -#1

Em Coimbra é normal haver jantares de curso. Muitos jantares de curso.
Como o meu curso tinha e tem muitos gajos... muitos gajos mesmos, houve um ano que passou a existir também os jantares de curso de gaIjas. :)
Esses jantares de curso entretanto deixaram de haver entre as estudantes de EI.

Este ano e numa conversa no Skype e invadidas por um saudosismo extremo, 4 malucas decidiram que este ano seria o 1º Mega-jantar de ex-alunas e alunas do DEI, FCTUC.

Das 4 malucas, eu sou a mais velha... a que mais praxou. :D
E como somos todas de anos diferentes... Viva a praxe e um curso com poucas mulheres para nos conhecermos todas! ;) umas têm os contactos de outras, outras têm os contactos daquela...
E não é que estamos a ter uma adesão sem precedentes? :)




Por isso... se foste ou ainda és estudante do DEI, FTC, UC, dia 15 de Novembro não faltes ao 1º Mega-jantar de gaIjas@dei.ftc.uc em Coimbra, claro. ;)

Organizado por:

  1. mim.
  2. Suzy aka Xoxita;
  3. Sónia aka VorVoleta;
  4. Kris aka MissConnections ou Mãe. :)

Leitura em dia... (?)

Este mês não sei porquê mas, tenho lido bem tudo o que me atravessa à frente. :)
Já vou no sexto livro.

Estou impressionada.






Porto (Da Foz à Ribeira)

Cada vez que ia ao Porto em trabalho era um sacrifício para mim.
Exagerava no horário de trabalho, dormia muito pouco, ficava chateada como facto do pessoal do Hotel saber o meu nome e saberem o que gosto de comer ao pequeno-almoço. Enfim, só trabalhava. Só me viam sorrir quando diziam: "mais alguma coisa, menina?"
As pessoas são extremamente educadas e mais simpáticas. :)

Agora, que estar no Porto não é só estar no cliente pois já lá temos escritório e estou a gerir uma equipa de lá, mudei os meus hábitos quando lá estou.

Esta semana estive lá 3 noites e tive programa em duas delas. :)
Na primeira fui visitar uma vizinha lá da Madeira que está no IPO. Ao menos o filho que a acompanha ficou contente por ver uma cara conhecida.
Na segunda noite fui jantar a um restaurante na zona da Foz com um colega de trabalho que é da equipa do Porto e com outro colega da equipa de Lisboa.

Depois do jantar fizemos Foz - Ribeira a pé e adorei. Adorei. Adorei.

Vou começar a visitar as capelinhas portuenses.

Se antes só o
C. me aturava quando por lá estava, agora vou começar a marcar jantaradas com toda a gente, seja quem fôr. :)

Descobri também que afinal os outros também querem ser incomodados. Não posso continuar a não combinar nada só por ter medo de incomodar os outros.


Ponte da ArrábidaDados da foto:
Autor: eu
Data: 23-Outubro-2008
Local: Trajecto Foz - Ribeira, Porto


Serra do Pilar, POnte D.LuísDados da foto:
Autor: eu
Data: 23-Outubro-2008
Local: Ribeira, Porto

Hoje vou "kizombar"

África a Dançar
Hoje pelas 21h30m no Coliseu dos Recreios. :)
Vou dançar até cair de cansaço.


---

P.S. - Para os fãs de "13 anos se passaram"... aguardem que ainda não acabou. :) Quero acabar com uma foto que tem que ser digitalizada. ;)

3 anos

Antes estava aqui.

Hoje faz 3 anos que coloquei o meu primeiro post no Blogspot.

13 anos se passaram - (3/4)

13 anos se passaram desde que fui caloira!

Há 13 anos estive um ano a trabalhar para ter €€€'s para a Univ. por isso só entrei na Universidade com 19
Hoje tenho 32 e passo a vida a trabalhar

Há 13 anos era bolseira da RAM e da Fundação Berardo e contabilizava todos escudos que tinha.
Hoje "jogo" na bolsa e contabilizo todos os euros que tenho e não tenho

Há 13 anos fui uma caloira muito praxada porque as doutoras do meu curso não gostaram do facto de que a minha madrinha da praxe fosse de outro curso.
Hoje acho que fui pouco praxada e fiz poucas amizades com as doutoras do meu curso

Há 13 anos percorria Coimbra toda a pé. Ia da baixa ao estádio, do estádio a celas sempre a pé
Hoje continuo a adorar a andar a pé, mas ando sempre de carro se a distância é superior a 2km

Há 13 anos era teimosa e impulsiva em certas acções
Hoje não tomo um decisão sem ponderar bem e aprendi a ouvir mais. Sou uma pessoa muito mais calma.

Há 13 anos achava-me a maior: popular, simpática, gira e com dentes tortos que tornavam o sorriso engraçado.
Hoje com os meus 154cm de altura acho que sou simplesmente uma boa amiga e uma boa profissional

Há 13 anos soube o que era estar só e o significado da solidão
Hoje procuro momentos em que esteja só

Há 13 anos fiz as malas 15 dias antes da 1ª viagem de férias para a Madeira
Hoje faço as malas no dia

Há 13 anos tive o primeiro chumbo da minha vida e chorei
Hoje e depois de muitos mais chumbos valorizo as derrotas e transformo-as em actos de aprendizagem

Há 13 anos erámos 6 caloiras em Engª Informática
Hoje sou amiga de muito mais do que 6 ex-estudantes de EI.

Há 13 anos bebi o meu 1º traçadinho num bar que já fechou as portas e que ficava na rua dos SS
Hoje odeio traçadinho

Há 13 anos toda a gente queria me dar uma bebedeira de caixão à cova
Hoje relembro-me que só no 1º jantar de gaijas do DEI - já no fim do curso - é que apanhei a tal bebedeira em que fiquei KO
(Gaijas, poucas mas boas! era o nosso grito)

Há 13 anos e no final do meu 1º ano lectivo pensei em pedir transferência para a UMadeira
Hoje acho que fiz bem em não entregar os documentos finais na secretaria da UMadeira

Há 13 anos achava que não tinha medo de nada
Hoje enfrento os meus medos e transformo-os em sonhos ou objectivos a concretizar

Há 13 anos era caloira na UC e uma miúda inexperiente
Hoje continuo a achar que sou inexperiente :)

Há 13 anos era optimista
Hoje sou optimista mas diferente da de há 13 anos

Hoje estou feliz e com muito trabalho.
Hoje tive a coragem de pegar em mim e dizer:

  • Faz hoje 13 anos que andei de avião pela primeira vez.
  • Faz hoje 13 anos que perdi toda a ingenuidade madeirense
  • Faz hoje 13 anos que deixei de ser a menina do papá e enfrentei um novo mundo sozinha
  • Faz hoje 13 anos que...
  • Mas, tudo isto é passado. O que interessa é Hoje.
    Hoje irei cometer erros e terei oportunidade de os corrigir. Amanhã terei mais experiência mas, irei cometer outros erros, irei ter mais actos de aprendizagem.
Mas, faz hoje 13 anos que fui oficialmente caloira e que a minha vida mudou para sempre.
:)

(continua...)

13 anos se passaram - (2/4)

Há 13 anos erámos 7 irmãos solteiros em casa dos meus pais.
Hoje continuamos a ser 7 irmãos, 4 casados, 2 com namoradas e eu. Só um vive permanentemente em casa dos meus pais.

Há 13 anos dizia que "tenho namorado há 3 anos"
Hoje digo "tive 2 namorados"

Há 13 anos julguei que ia perder as minhas amigas de infância
Hoje tenho a certeza de que elas estão lá para mim do mesmo modo que eu estou cá para elas

Há 13 anos saí do Estreito, Madeira para ir estudar para Coimbra
Hoje trabalho no centro de Lisboa e vivo no distrito de Lisboa

Há 13 anos dizia que "quero acabar o curso e voltar para a Madeira"
Hoje digo: "ainda penso em voltar para a Madeira"

Há 13 anos dizia que "nunca vou deixar de correr ou jogar volei ou futebol"
Hoje digo: "não tenho tempo para essas coisas"

Há 13 anos pesava 45Kg.
Hoje peso 60kg.

Há 13 anos apareceu o meu 1º cabelo branco
Hoje pinto o cabelo em vários tons para esconder as centenas de cabelos brancos

Há 13 anos dizia que quando tivesse dinheiro e coragem ia endireitar os dentes
Hoje tenho aparelho nos dentes

Há 13 anos gabava-me de ter tirado a carta de condução à 1ª
Hoje digo que já tive um acidente parvo e que consegui mudar um pneu sozinha

Há 13 anos dizia que "nunca hei-de casar" apesar de ter namorado
Hoje digo "não quero casar" e não tenho namorado

Há 13 anos dizia que "quero ter muito sobrinhos"
Hoje digo "e sobrinhas não? estou farta de ter só homens na família"

Há 13 anos só lia os autores que realmente conhecia.
Hoje leio tudo o que me aconselham e o que me aparece.

Há 13 anos comecei a ler o livro "Ilhas na Corrente" de Ernest Hemingway
Hoje, este livro ainda está na minha mesa de cabeceira. A acompanhar-me sempre.

Há 13 anos as minhas bandas favoritas eram REM, Pixies, Pink Floyd, James e Xutos
Hoje são REM, Pixies, Pink Floyd, Xutos, Coldplay, Arcade Fire e Muse

Há 13 anos raramente ia à uma discoteca porque o meu pai não deixava
Hoje raramente vou à uma discoteca porque prefiro um ambiente mais sossegado

Há 13 anos nunca pensei montar uma cama sozinha
Hoje posso dizer que já montei um sofá, uma mesa, cadeiras, estantes e uma cama sozinha.

Há 13 anos julgava que a felicidade é para sempre.
Hoje sei que a felicidade é um estado, um momento!

Há 13 anos nunca pensei que ia estar onde estou hoje.
Hoje olho para trás e acho que podia ter sido mais inteligente e mais aplicada, mas se eu o tivesse sido não seria o que sou hoje.


(continua...)


--------------


Um obrigado especial à A. por me fazer de "Ilustre Blog Convidado da Semana" no seu sítio.
As palavras dos outros

13 anos se passaram - (1/4)

Tudo começou no dia 24 de setembro de 1995 quando apanhámos um avião com destino a Lisboa.
Eu, a L. e a O. (três estreitenses)
Eu ficava em Coimbra, a L. no Porto e a O. em Bragança.


Na segunda-feira, alugamos um carro e uma amiga, a SJ, que já estava a estudar em Lisboa era a nossa condutora.
Eu fui a primeira a ser depositada.
Fiquei em Coimbra e na noite de 25 de Setembro fiquei a dormir já na Residência Universitária dos Combatentes. Naquele dia pensei que ia ficar a dormir debaixo de uma ponte, mas, graças à Casa da Madeira não me preocupei com matrícula nem nada.

Será que a Casa da Madeira ainda existe?


A Residência dos Combatentes foi a minha casa por dois anos. Mudei depois de residência e fui parar à Santos Rocha. Onde fiz amizades que até hoje duram. F. e R. são ambas da Madeira e amo-vos de coração. Apesar de já não estarmos juntas há algum tempo.


Apanhei a transição para o Pólo II.
Tinha as aulas de Matemática e Física no pólo I da UC.
Que saudades da cerveja do Cartola após as práticas de Análise e Algebra. :)As restantes cadeiras eram no Pólo II. Ainda não havia o 34 e tinhámos que fazer sempre um grande percurso a pé desde a última paragem de autocarro até ao edifício do Pólo II.

Saudades?
Sim, algumas. Mas, já são poucas. Tudo passa.Tenho mais saudades das pessoas do que de Coimbra.

(continua...)

GQ de setembro

Só para homens a sério?

Eu não sou séria nem homem, mas comprei a GQ deste mês.



O interior da revista está muito bom.
Como dizem as nossas vizinhas espanholas: "Oh si me encanta." :o

O Gillette Future Champion pode ser Madeirense

Gillete Future Champion é uma iniciativa da Gillete e que irá eleger o melhor jovem atleta português e está lá o madeirense Marcos Freitas.
Por isso, como os nossos valores não se resumem ao Cristiano Ronaldo, toca a votar no nosso atleta de ténis de mesa - Marcos Freitas.
BaBy_BoY_sWiM (c)

Acrescento só que o Marcos é natural do Estreito. :)

Votem aqui.


Back to business

Depois de um casamento com o tema :Paraísos tropicais


De ter ficado na mesa Bahamas.
Em cada mesa havia um pequeno folheto com informação sobre a ilha. e de ter descoberto que há uma ilha qualquer - El Nidos ou coisa parecida - que é um paraíso gay. :o

Ter tido esta vista sobre o Estreito no dia do casamento.

De ter sido acusada de ter roubado os noivos do bolo de casamento.

E ter sido madrinha de Baptizado...


E depois de muitas ponchas e saídas à noite, e saídas durante o dia...
Cá estou de volta a Lisboa e ao trabalho e já cheia de saudades da vida madeirense.


Nota:
Se alguém souber de alguma empresa na Madeira que precise de uma consultora com larga experiência na área de Gestão Documental, com formação em Eng. Informática e a fazer certificação em PMI, contacte-me. OK?
:D

Festa das Vindimas

Vindimas Estreito
Dados da foto:
Autor: eu
Data: 05-Setembro-2008
Local: Mercado do Estreito de Câmara de Lobos, Madeira



Como se não bastasse o arraial de São Vicente, a despedida de solteira da minha cunhada e o jantar de GAIJAS, o casamento do meu irmão, ... ainda tenho festa das Vindimas à porta de casa e, hoje, daqui a umas horitas, o baptizado da minha afilhada.

Vou ficar cansada de tanto "aldear" .
:)

Blog sobre o Tapete de Flores do Estreito

O Estreito é famoso pelo seu tapete de flores nas festas do Santíssimo Sacramento.
Finalmente um blog com as melhores fotos.
Passem por lá e vejam as pequenas obras de arte que os meus vizinhos fazem. ;)
Tapete de Flores do Estreito de Câmara de Lobos

Dados da foto:
Autor: Graça Agrela
Data: 20-Agosto-2000
Local: Escadas da Igreja do Estreito de Câmara de Lobos, Madeira

Madeira - os primeiros 3 dias.

Descida do Ribeiro Frio para MachicoDados da foto:
Autor: eu
Data: 31-Agosto-2008
Local: Descida do Ribeiro Frio para Machico, Madeira


4 noites, 3 dias = 3 dias de farra e 3 noites com 4/5 horas de sono.

:)
Esta terra com esta paisagem dá-me vitalidade. Não tenho sono, não me sinto cansada e só quero passear.

O Arraial de São Vicente está espectacular. Já não ia lá há mais de 9 anos.
A festa de despedida de solteira da minha cunhada foi non-stop. A noiva adormeceu às 5 da manhã em pé e foi para casa e nós continuamos all night long.
Cheguei a casa pelas 7h30m e às 9 da manhã fui para uma patuscada na serra - Chão das Feiteiras, Santana - com as minhas amigas de infância. :)

Hoje estou a "descansar". Estou no fabuloso Centro Cívico do ECL a trabalhar porque em casa e com a minha mãe de férias não consigo dedicar-me ao trabalho pendente que tenho da empresa.

À tarde vou ao cabeleireiro na tentativa de esconder os brancos. :)

Ponta de São Lourenço
Dados da foto:
Autor: eu
Data: 31-Agosto-2008
Local: Ponta de São Lourenço, Madeira



Férias para o meu signo

"Aquário é um signo que nasceu para conviver com os outros, e como tal se programa de férias inclui o convívio com outras pessoas. Os nativos mais jovens deste signo são adeptos de uma road trip, ou seja, de férias com os amigos em que percorram o máximo de lugares, sem compromissos nem horários para cumprir. Se puderem estar simultaneamente perto do mar e da civilização, para poderem alternar entre um programa citadino ou ao ar livre, estarão a viver as suas férias ideais. Por outro lado, estes nativos têm também uma faceta humanitária muito vincada. Férias em que possam desempenhar algum tipo de voluntariado, em Cabo Verde ou num país africano, serão também boas escolhas."


Desta vez vou para o sítio do costume. ;)
Madeira. Ond posso desfrutar do Mar e da civilização.

Esperam-me n acontecimentos. Os planeados são:

- Festa no Country Pub do Estreito;
- Aniversário do meu irmão F.;
- Arraial de São Vicente;
- Despedida de solteira da minha cunhada;
- Casamento do meu irmão J.;
- Baptizado da L. - sou a madrinha de baptismo;
- 3 dias de praia sozinha no Porto Moniz;

Acho que nem vou descansar...

Jinhos a tod@s.
E depois dou notícias de "África". ;)




P.S. - Já repararam que no ano em que tenho 2 irmãos a casar eu fico solteira? :)
Os meus pais agora ficam só com 3 filhos solteiros. Eu, o A. - estudante cá em Lisboa - e o F. que faz apenas 16 anitos.

Daily Horoscope

Vamos ver se ele tem razão...
Acho que vou começar a fazer uma espécie de diário sobre a minha nova vida - já são 5 meses - de solteira. :)

O meu nome é Joker

Olá, o meu nome é Joker!

E era um gato de rua, só ia comer à casa de uns vizinhos da Patxocas que amavelmente sempre deitaram comida aos meus pais - gatos vadios.
Depois de um dos meus irmãos ter sido atropelado, a Patxocas e uns vizinhos decidiram me apanhar para que eu possa ter uma vida mais calma e uma esperança de vida maior. :)


Tenho a mania que sou inteligente. Já consegui me enfiar no meio dos livros da Patxocas e ela passou uma manhã inteira à minha procura... hi hi hi! :)
Estou a ser treinado por ela e já faço as minhas necessidades todas na caixa de areia, embora no início mijava na cama que ela me comprou.
Fujo dela e nunca como ao pé dela.
Ou seja, estava a ser mal treinado.
Aqui que ela não nos lê, ela tem muito que aprender em relação a animais. :) Eu sou o primeiro animal de estimação dela.
Ela tinha pena de mim. E eu ria-me na cara dela.

Agora ela está a me fazer passar fome que é para eu comer só quando ela está em casa ou quando ela está por perto.
Ela amanhã vai passar no Ikea para me comprar uma tenda já que não me dei bem com a caminha.
Durmo dentro de casa, uso a sala e a cozinha, é tipo Kitchenett, a meu belo prazer e já sei que há certos locais onde não devo ir.

Não sei se estou a gostar de viver fechado. Mas, a Patxocas está a adorar ter-me em casa dela. :o

P.S. - O meu nome é Joker porque a Patxocas achou o filme do Batman brutal e porque parece que estou sempre a gozar com ela porque não ligo a nada do que ela diz ou tenta me ensinar. :)

Revista Visão de 31 de Julho de 2008



As Mulheres têm fios desligados


"Há uns tempos a Joana
-Pai, acabei um namoro à homem
Perguntei como era acabar um namoro à homem e vai a miúda
- Disse-lhe o problema não está em ti, está em mim
O que me fez pensar como as mulheres são corajosas e os homens cobardes. Em primeiro lugar só terminam uma relação quando têm outra. Em segundo lugar são incapazes de
-já não gosto de ti
De
-não quero mais
Chegam com discursos vagos, circulares
-preciso de tempo para pensar
-não é que não te ame, amo-te, mas tenho de ficar sozinho umas semanas
Ou declarações do género de
- tu mereces melhor
-estive a reflectir e acho que já não te faço feliz
-necessito de um mês de solidão para sentir a tua falta

E aos amigos
-dá-me os parabéns que lá consegui livrar-me da chata
-custou mas foi
-amandei-lhe aquelas lérias do costume e a gaja engoliu
-chora um dia ou dois e passa-lhe
E pergunto-me se os homens gostam verdadeiramente das mulheres. Em geral querem uma empregada que lhes resolva o quotidiano e com quem durmam, uma companhia porque têm pavor da solidão, alguém que os ampare nas diarreias, nos colarinhos das camisas e nas gripes, tome conta dos filhos e não os aborreça. Não se apaixonam: entusiasmam-se e nem chegam a conhecer com quem estão. Ignoram o que ela sonha, instalam-se no sofá do dia a dia, incapazes de introduzir o inesperado na rotina, só são ternos quando querem fazer amor e acabado o amor arranjam um pretexto para se levantar (chichi, sede, fome, a janela de que esqueceram de fechar o estore ) ou fingem que dormem porque não há paciência para abraços e festinhas, pá e a respiração dela faz-me comichão nas costas, a mania de ficarem agarrados à gente, no ronhónhó, a mania das ternuras, dos beijos, quem é que atura aquilo? Lembro-me de um sujeito que explicava
- o maior prazer que me dá ter relações com a minha mulher é pensar que durante uma semana estou safo E depois pegam-nos na mão no cinema, encostam-se, colam-se, contam histórias sem interesse nenhum que nunca mais terminam, querem variar de restaurante, querem namoro, diminutivos, palermices e nós ali a aturá-las.
O Dinis Machado contava-me de um conhecedor que lhe aclarava as ideias
- as mulheres têm os fios desligados
E outro elucidou-me que eram como os telefones: avariam-se sem que se entenda a razão, emudecem, não funcionam e o remédio é bater com o aparelho na mesa pare que comecem a trabalhar outra vez. Meus Deus, que pena me dão as mulheres. Se informam
-já não gosto de ti
Se informam
-não quero mais
Aí estão eles alterarem a agressividade com a súplica, ora violentos, ora infantis, a fazerem esperas, a chorarem nos SMS a levantarem a mãozinha e, no instante seguinte a ameaçarem matar-se, a perseguirem, a insistirem, a fazerem figuras tristes, a escreverem cartas lamentosas e ameaçadoras, a entrarem pelo emprego dentro, a pegarem no braço, a sacudirem, a mandarem flores, eles que nunca mandavam a colocarem-se de plantão À porta dado que aquela p*** há-de ter outro e vai pagá-las, dispostos a partes-pagas, cenas ridículas, gritos. A miséria da maior parte dos casais, elas a sonharem com o Zorro, Che Guevara ou eu, e eles a sonharem com o decote da vizinha de baixo, de maneira, de maneira que ao irem para a cama são quatro: os dois que lá se deitam e os outros dois com quem sonham. Sinceramente as minhas filhas preocupam-me: receio que lhes caia na sorte um caramelo que passe À frente delas nas portas, não lhes abra o carro, desapareça logo a seguir por chichi-sede-fome-persianas-mal-descidas-e-os-ladrões-percebes, não se levante quando entram, comece a comer primeiro e um belo dia
(para citar noventa por cento dos escritores portugueses)
- O problema não está em ti está em mim a mexerem a faca na mesa ou a atormentarem a argola do guardanapo, cobardes como sempre. Não tenho nada contra os homens até gosto de alguns. Dos meus amigos. De Schubert. De Ovídio. De Horácio, de Vergílio. De Velásquez. De Rui Costa. De Einzenberger. Razoável a minha colecção. Não tenho nada contra os homens a não ser no que se refere às mulheres. E não me excluo: fui cobarde idiota, desonesto.
Fui
(espero que não muitas vezes)
rasca. Volta e meia surge-me na cabeça uma frase do Conrad em que ele comenta que tudo o que a vida nos pode dar é um certo conhecimento dela que chega tarde de mais. Resta-me esperar que ainda não seja tarde para mim. A partir de certa altura deixa de se jogar às cartas connosco mesmos e de fazer batota com os outros. O problema não está em ti está em mim, que extraordinária treta. Como os elogios que vêm logo depois: és inteligente, és sensível, és boa, és generosa, oxalá encontres etc..., que mulher não ouviu bugigangas destas? Uma mulher contou-me que o marido iniciou o discurso habitual
- mereces melhor que eu
levou com a resposta
- pois mereço. Rua.
Enfim, mais ou menos isto, e estou a ver a cara dele à banda. Nem uma lágrima para amostra. Rua. A mesma lágrima para amostra. Rua. A mesma amiga para uma amiga sua.
- o que faço às cartas de amor que me escreveu?
e a amiga sua
- Manda-lhas. Pode ser que façam falta.
Fazem de certeza: é só copiar mudando o nome. Perguntei à minha amiga
- E depois de ele se ir embora?
- Depois chorei um bocado e passou-me.
Ontem jantámos juntos. Fumámos um cigarro no automóvel dela, fui para casa e comecei a escrever isto. Palavra de honra que vi na janela uma árvore a sorrir-me. Podem não acreditar mas uma árvore a sorrir-me."
In Revista Visão nº 804

Queria pedir aos senhores de lá de cima para canalizarem as energias negativas para outra pessoa qualquer. Pode ser?
  • Não bastou o meu mundo ter desmoronado e ter sentido que o facto de amar alguém com todas as minhas forças não ser o suficiente para uma relação.
  • Não bastou o facto de alguns amigos que eram comuns a mim e ao meu ex. nem terem mandado sms ou emails a perguntarem se estava bem
  • Não bastou o facto de ter ido morar para uma casa em Oeiras de uns amigos e depois essa casa ter sido vendida e eu ter que sair à pressa de lá
  • Não bastou o facto de ter descoberto de que o ex decidiu manter os planos de férias que tinhámos desde o ano passado e lá vai ele com a nova "amiga"
Agora ainda tive que ter um acidente de carro?
Eu fiquei com nódoas negras, um joelho e braço magoados e um trauma do caraças. Não me lembro do acidente. Só da cor do carro que vinha fora de mão de lá para cá.


Por isso, peço: Oh meus deuses.. larguem-me por favor.
Preciso de viver normalmente.


Assinado:
Patxocas


P.S. - Este ano, se não fosse a semana de férias em Junho e a semana na Holanda com a O. julgaria que não mereço ser mesmo feliz e ter paz. :(

Férias... :)

Isto de ter férias repartidas ao longo do ano dá nisto. :)

Na madrugada da próxima segunda-feira apanho o vôo rumo à
Holanda.
Vou com uma das minhas melhores amigas da Madeira - a O.

Porquê a Holanda, perguntam vocês, se já lá estiveste?
A história é simples:
-O marido da O. - o A. - está lá a fazer doutoramento. Daquelas pancadas que dá aos homens antes dos 40. :)
- a O. não queria ir sozinha
- a O. lançou o desafio às amigas para irem com ela
- só eu aceitei.

Como é que poderia recusar?
  • - uma semana na Holanda com estadia à borlix
  • - estadia essa numa residência masculina cheia de geeks, como eu, a fazer doutoramento
  • - o país das Túlipas
  • - os brownies. ;)
  • - poder passear o dia todo e chegar ao final do dia e ter sempre uma cara como a do A. a dizer que não fizemos nada de jeito.
  • - ver se encontro o Snijder algures perdido e à minha espera. :)
  • - poder passar uma semana inteira com a O. como há muito tempo não passávamos.
:)




Fime: Os Bórgia

Fui ontem ver "Los Bórgia".
Jantar nas Amoreiras. Estacionamento grátis. Grande Filme - 3 horas. :)

Só não percebo porquê é que continuam a pintar a Lucrécia Bórgia como uma vítima e sendo boazinha.

Me@Optimus Alive

Ontem fui ao Optimus Alive.
Fiz um acordo com um amigo de trabalho. Ele via comigo
The National e Hercules and Love Affair e eu teria que ver com ele Rage Against the Machine.

Mas, a grande surpresa da noite para mim foi:





Gogol Bordello.


Nunca tinha ouvido falar deles e fiquei fã.

Grande fã. :)

Por detrás dos montes 3/3

Praia fluvial da Foz do Azibo, Macedo de Cavaleiros

Aldeia de Santa Combinho


Castelo de Bragança, visto do circuito turístico
Interior das muralhas do Castelo de Bragança
O cavalo do príncipe encantado (Castelo de Bragança)
que irá salvar a princesa da torre...

Jantarada na Aldeia de Gimonde

Morangueiro à entrada do Restaurante "O Abel", Gimonde

Restaurante esse onde comi a melhor carne que comi até hoje. Estava uma delícia. Parecia que se derretia na boca.
Até disse para os meus amigos que só à 3ª tentativa é que gostei da famosa posta mirandesa. :)