Porque os sábados são como os Natais #33


O meu mês de Maio significa sempre muita nostalgia, jantaradas e muitos copos. 



Em cima, a minha caricatura de quando fui no carro da Queima das Fitas.
À frente dos lábios estava a frase que denunciava sempre a minha naturalidade. Ainda hoje não consigo dizer a mesma sem sotaque: "Vou ver o meu êmel".





Sem comentários:

Enviar um comentário