De viagens e outros assuntos #11

Um ser é feito de mil pedaços. São grãos de areia que fazem de nós aquilo que realmente somos. 
Há quem tenha a necessidade de viver numa zona de conforto. Admiro-os.
Existem aqueles que ao viverem eternamente na zona de conforto aborrecem-se.
Eu pertenço ao grupo dos que se aborrecem quando têm que fazer sempre mais do mesmo, viver sempre no mesmo sítio, sair e ir sempre aos meus locais.
A falta de desafios perturba-me.

Ao longo dos anos as constantes mantiveram-se. Estar distante daqueles que amamos causa saudades. 
Mas, viver eternamente numa zona de conforto cansa-me, psicologicamente, muito mais do que a vida que levo.

Sem comentários:

Enviar um comentário