Soltas #24

"- Tens de aprender a destrinçar entre histórias e a realidade, minha querida Liza - dizia a mãe. - Os contos de fadas costumam terminar demasiado cedo. Nunca mostram o que se passa depois, quando o príncipe e a princesa cavalgam para fora da página. 
- O que é que a mãe quer dizer? - perguntava Eliza. 
- O que lhes acontece quando tiverem de encontrar um rumo no mundo, de ganhar dinheiro e de fugir aos males do mundo. 
Eliza nunca entendera. Parecia irrelevante, embora não admitisse à mãe. Eram príncipes e princesas, não precisavam de encontrar um rumo no mundo, precisavam simplesmente de ir até ao castelo encantado. 
- Não podes estar à espera que alguém te venha salvar - prosseguia a mãe, com um olhar vago. - Uma rapariga que espera ser salva nunca aprenderá a salvar-se a si própria. Ainda que tenha os meios, a coragem irá faltar-lhe. Não sejas assim, Eliza. Tens de ter coragem, de aprender a salvar-te a ti própria e de nunca depender de mais ninguém. "
O Jardim dos Segredos de Kate Morton

Autor da Foto: eu (BB 9300)
Data: 11 de Dezembro de 2010
Praia do Caribe, Ilha de Luanda, Angola


Nota de redacção: Leitura aconselhada pela C. e compra do Livro conseguida graças à dedicação de outra C, que por acaso é a tradutora.   :) 
E por mim é Livro do ano de 2010.

3 comentários:

  1. Oh, que até estou emocionada! Vou mostrar ao responsável pela edição portuguesa que partilha o nosso entusiasmo pela obra.

    ResponderEliminar
  2. Partilho,sim senhora!
    É um daqueles livros que nos fazem sair do tempo...
    e o anterior da mesma autora, "O Segredo da casa de Riverton", também é excelente...

    ResponderEliminar
  3. Oh.
    Eu é que fico corada!

    Adorei o livro e este fim-de-semana vou já tentar comprar o "Segredo da Casa de Riverton"

    Ah, e Cristina, ainda não te disse, mas a tradução está fantástica. Excelente escolha de palavras. ;)

    Emocionou-me imenso este livro.

    ResponderEliminar