Porque os sábados são como os Natais #22

Nem sempre me apetece sorrir.

Sem comentários:

Enviar um comentário