Livro: Pretérito Perfeito de Raquel Serejo Martins



Sinopse
Pudesse toda uma vida caber num livro? Nestas páginas, assombradas pela inevitabilidade da morte, as memórias são o pretérito perfeito do verbo viver. Eu vivi, diz-nos a personagem principal desta autora, hábil na construção da narrativa, na forma como nos leva pela mão até ao fim, a um fim anunciado que reforça apenas essa capacidade ímpar de agarrar o leitor. É o que Raquel Serejo Martins faz neste livro que deve ser lido, como todos os livros que sabem a gente, a vísceras, a medos e alegrias, a histórias contadas e passadas. Um livro com alma, portanto.



Minha Opinião
Vasco é músico, dá aulas no Conservatório de Música, é solteiro, adora o rio Tejo, passeia todos os dias pela sua Lisboa e está a dias de celebrar o 33º aniversário.
Vasco conta o seu dia-a-dia, numa espécie de diário, apresentando aos poucos os diferentes protagonistas que preenchem a sua, Pedro o seu melhor amigo, os avôs, os pais, a D. Lurdes (a senhora que apesar de ter o título de empregada doméstica é como se fosse um elemento da família), as vizinhas que todos os dias descem pontualmente as escadas do prédio  em busca da bica matinal, os colegas de conservatório, as paixões do passado, a paixão do presente.
Nos seus passeios por Lisboa, e em diversas situações diárias Vasco conta-nos a história do seu primeiro beijo, a sua primeira viagem, a queda do muro de Berlim, a história de Otelo devido ao 25 de Abril, o Tsunami na Tailândia, aliada à toda a história que marcou e marca o seu ser, estão os livros, as música (grande destaque para o fado e música portuguesa, os filmes e séries de TV (Cheers é uma delas).
Vasco parece, e é um homem normal ... só que Vasco tem prazo, ou não temos todos?  A medicina diagnosticou-lhe um vírus no coração e prevê que não sobreviva mais que três meses.
Uma história à beira da morte, repleta de dificuldades que só a sua presença traz, e cheia de vontade em viver. 


Pretérito Perfeito by Raquel Serejo Martins
My rating: 4 of 5 stars



P.S. - Descobri este livro através do podcast da Antena 1, À Volta dos Livros.

Sem comentários:

Enviar um comentário