Soltas #32



Jacob
"(...) Vê as abelhas. Eu não percebo nada de abelhas, mas tu olhas e elas parecem coordenadas, direitinhas... naqueles planos obsessivos de voo. Olhas e parece que não sentem a falta de nada. Connosco é o contrário... Fareja-se à distância a nossa carência, a falta, a solidão ou lá o que isso é..."

Página 44 do livro "O Estado do Bosque" de José Tolentino Mendonça





Sem comentários:

Enviar um comentário