E chegamos a 1/2 de 2013


Todos os dias procuro cenários novos. 

Todos os dias tento fazer algo diferente. Por mais insignificante que isso seja, por mais tentador que ir para casa descansar seja, tento todos os dias tirar uma foto que daqui a um ano relembre-me o dia de hoje como se fosse ontem. 

Tirando duas ou três excepções de fotos que foram tiradas nas vésperas, ou as fotos do dia da Mãe e do dia do Pai, todas as fotos têm sido tiradas no dia. 

O melhor deste projecto é que tem sido muito terapeutico para mim. Naquele em que pensava que ia ser o pior ano da minha vida, em que julgava que estaria sempre a chorar pelos cantos, dou por mim a fotografar as esquinas, as janelas, as luzes, as ruas por onde caminho. 
Chego a tirar fotos que julgava impensáveis há um ano atrás. Faço brincadeiras com a máquina ou com o telemóvel que levam a que estranhos cuscos me abordem e digam que estou a fazer tudo mal e que tenho tudo tremido, pois mas o meu objectivo é esse mesmo, é errar, é perceber até que ponto consigo ser criativa durante os 365 dias de 2013.

E tenho gostado muito deste projecto 365.





Sem comentários:

Enviar um comentário