Filme: The Sessions (2012)




Saí da sala de cinema com a sensação de que estava tudo no trailer, que tinha visto tudo no resumo de promoção do filme
Se com o filme Silver Linings Playbook/Guia para um Final Feliz achei que nomeação para os óscares estava mal atribuída, com este filme tive a certeza de que as nomeações deste ano são para cumprir calendário.Helen Hunt merece um óscar por mostrar as mamas no grande ecrã ? 
Por favor, esta prestação dela nem merecia ser considerada para nomeação quanto mais estar na lista final de candidatas à estatueta. 

Em relação ao filme, pois... todos gostamos de filmes de coitadinhos e gostamos ainda mais de filmes que tenham sexo, mas desiludam-se os mais esperançosos, o sexo é pouco, a nudez é alguma, e o coitadinho não tem culpa de ter apanhado Poliomielite mas é graças a isso que ganhou um sentido de humor super apurado.  

Mark O'Brien: I believe in a God with a sense of humor. I would find it absolutely intolerable not to be to able to blame someone for all this.

O filme vale pelo actor John Hawkes (Mark O'Brien) por todas as cenas entre este e William H. Macy e por frases com excelente sentido de humor, de resto é apenas a história de um católico praticante com limitações físicas que quer perder a virgindade. A novidade é que em vez de pagar a uma prostituta, paga a uma terapeuta. Nada de novo no mundo, talvez só os nomes que se dão às coisas.
Clerk: Now, come on, what kind of therapist is she?
Vera: I told you, she's a sex therapist. Today they're working on "simultaneous orgasm". Clerk: What's that?

Sem comentários:

Enviar um comentário