Filme: Okuribito (2009)


Filme impressionante sobre o respeito que os orientais têm sobre o corpo de alguém que partiu. 
Daigo perde o emprego como violoncelista aquando do fecho da Orquestra para qual trabalhava e decide, com o apoio da esposa voltar à aldeia onde nasceu e cresceu. Dada a falta de ofertas de trabalho, Daigo aceita trabalhar para uma empresa que prepara o corpo de defuntos e apercebe-se que ao lidar com a morte e com todos os sentimentos que ela atrai, torna-se uma pessoa melhor, mais respeitadora da privacidade dos outros, mais calma e com mais sede de viver. 

Chorei imenso, chorei tanto ao ver as histórias dos diferentes defuntos e a identificar-me com cada uma delas na perda de um ente querido, que coloquei no meu calendário rever este filme daqui a um ano, para tentar perceber se o a saudade e o amor são sentimentos mesmo poderosos que nem morte vence. 
Banda sonora espectacular. 
 Long ago, before writing, you'd send someone a stone that suited the way you were feeling. From its weight and touch, they'd know how you felt. From a smooth stone they might get that you were happy, or from a rough one that you were worried about them.

Sem comentários:

Enviar um comentário