Filme: La délicatesse (2011)



A morte acidental de alguém leva sempre a um corte na dinâmica da vida, da felicidade, e durante um período, cuja duração depende de cada um, as prioridades são reavaliadas e evitam-se determinadas situações. E depois há um click, algo que acontece e que é imperceptível mas cujas consequências é o renascer de um sentimento, através de uma forma estranha de amar. 

Talvez dos filmes mais interessantes de Audrey Tatou dos últimos tempos. 
Imperdível para os todos os optimistas e esperançosos deste planeta, até ao infinito e mais além. 

Sem comentários:

Enviar um comentário