Let's talk about ...WBT Lisboa




Numa palavra: confusão. 
A partida deveria ser faseada. O Primeiro Km fi-lo de bicicleta na mão porque não havia espaço para pedalar. Muitos estão ali a passear como se estivessem num bike-nic, muitos paravam a meio da ponte para comer, encostados aos raids a sacar de sandes de presunto. 
A minha maior preocupação era a hidratação, água, água, fruta, protector solar e água. A organização ofereceu um spray facial da Evian que permite hidratar o rosto, gostei. ;) Após a primeira subida, os ciclistas começaram a se dispersar e aí começou a verdadeira prova para mim (sou muito competitiva !!!) e foi sempre a dar-lhe. Tive um percalço, uma pequena quebra de tensão nos últimos cem metros da grande subida antes de sair da ponte Vasco da Gama, optei por parar e beber duas garrafas de água e com um litro de água a menos na mochila depois foi sempre a pedalar. Os últimos 7km foram feitos em meia-hora, pelo menos, segundo a aplicação Endomondo
Muita gente estava lá pela bicicleta e não pela causa que tem "como objectivo promover o desporto para todos, a saúde e sensibilização ambiental.".  É pena, senão a prova seria muito mais interessante. 
Prós: 
1) As pessoas que querem mesmo fazer a prova em menos de uma hora. 
2) O bombeiro e a sua mangueira de água ligada ao carro de bombeiros a 'regar' os ciclistas no fim da ponte. 
Contras:
1) A confusão da partida.
2) Não terem falado mais sobre a causa por detrás da prova. 



3 comentários:

  1. Só o primeiro km é que fizeste à mão? Só sorte! No Porto foi a primeira hora e tal. Sim, porque alguém teve a excelente ideia de, saindo da Ponte da Arrábida, afunilar todos os participantes numa rua estreita e ingreme. Foi preciso ter muita paciência para começar a pedalar qualquer coisa...

    ResponderEliminar
  2. Ena, ao tempo meu caro amigo! ;)
    Sim, Não te esqueças que só é um lado da ponte só para os ciclistas, mas mesmo assim muito congestionamento.
    Fiz a prova em hora e meia. Atravessei a meta às 11h52.
    Ah, e por não falar na bicicleta que não estava alinhada, alguns pneus vazios, os travões não funcionavam, etc. Eu tive sorte com a minha escolha, só o travão da frente estava a travar pouco. :)
    E vossa excelência como anda?

    ResponderEliminar
  3. Eu fui o guia num bicicleta tandem, tb tive problemas de alinhamento das rodas, falta de pressão e falta de travoes, tive um despiste ontra o raide central da ponte devido ao desalihamento das rodas de trás, por sorte não se aleijamos.

    ResponderEliminar