Série: Call The Midwife (2012)






"I must have been mad. I could have been an air-hostess. I could have been a model. I could have moved to Paris, or been a concert pianist. I could have seen the world - been brave, followed my heart. But I didn't. I side-stepped love and set off for the East-End of London, because I thought it would be easier. Madness was the only explanation. "


Com 6 episódios de uma hora cada recheados de excelente qualidade, drama e acima de tudo muita raiva, ódio e gritos seguidos de grande emoção, Call The Midwife é baseada nas memórias de Jennifer Worth (uma enfermeira-parteira aka midwife) que opta por trabalhar numa zona de Londres pobre, populosa, sem higiene e onde as mulheres nem chegam a se lembrar da última vez que tiveram o período por terem filhos uns atrás dos outros. Com casos diferentes quase todos os episódios, mas com personagens que se repetem, as enfermeiras e as freiras são as midwifes e são as constantes de toda a população de East-End London, umas viram nascer metade da população e conhecem a história da família de muitos. Em todos os episódios houve cenas que me fizeram lacrimejar de emoção e uma em particular que me fez rir imenso, porque fala da Madeira e de ela ser governada por Portugueses (que o AJJ não saiba disso). 

"I believe you've recently retired to Madeira, you must enjoy the sunshine, after living in India.
I give the weather six out of ten. Of course, the administration is Portuguese which Sir Rex and I find rather trying.
"


Sem comentários:

Enviar um comentário