Palavras dos outros #07




Do blog que sigo assiduamente: Os Dias úteis


Tivesse eu um blogue sem leitores e o que eu não escreveria agora. Tudo, para começar. Todas as letras, todas as palavrinhas, os detalhes todos, escrever como quem pensa em voz alta, as contradições, certezas e inseguranças, todas as hipóteses da imaginação, mesmo as mais estapafúrdias, tudo, tudinho. Tudo, para sempre.
Nada contra tanta gente que aqui vem, atenção.
Mas assim sendo acho que era preciso criar um blogue para aquilo que grita para ser escrito e aqui não pode ser, derivado do facto.
Inquietação.




2 comentários:

  1. Quantas vezes penso que precisava de escrever assim, para onde ninguém me lesse, e deitasse tudo cá para fora...

    ResponderEliminar
  2. é uma inquietação de facto...

    ResponderEliminar