Soltas #13

"- (...)Eu tive as minhas razões para criar uma cortina de fumo em redor do meu passado. Essas razões, garanto-lhe, já não são válidas.
- Que razões?
- A vida é adubo. Acha estranho que se afirme uma coisa dessas, é verdade. Durante toda a minha vida e toda a minha experiência, os acontecimentos que me atingiram, as pessoas que conheci, todas as minhas memórias, sonhos, fantasias, tudo o que li, tudo isso foi acrescentado ao monte de adubo aonde, ao longo do tempo, se transformou num composto orgânico, negro e rico. O processo de divisão celular torna-o irreconhecível. Outras pessoas chamam-lhe imaginação. Eu penso nisso como um monte de adubo. De vez em quando, pego numa ideia, planto-a no adubo, e espero. Ela alimenta-se desse composto negro que já foi uma vida, e vai aí buscar a sua energia. Germina. Cria raízes. Produz rebentos. E assim por diante, até que um belo dia eu tenho uma história, ou um romance."
O Décimo Terceiro Conto de Dianne Setterfield

1 comentário:

  1. Linda. É bom ler estas coisas que inesperadamente nos deixam a pensar na vida,
    Bêjos
    :))

    ResponderEliminar