Filme: Skyfall (2012)


"Life clings to me like a disease"
Foram as palavras que mais me marcaram no novo filme do Bond, James Bond. Num filme longo, bastante longo e escuro (influência do realizador Sam Mendes?) assistimos a idade atingir o agente secreto mais conhecido do planeta Terra, onde a inovação não passa pela juventude, mas também os métodos tradicionais não caem em desuso.  
Daniel Craig, lembra-me sempre, nas suas poucas palavras como Bond, a razão pela qual me apaixonei por esta série de filmes: Sean Connery. Daniel Craig está à altura do melhor Bond de sempre, diria até que Daniel Craig poderá um dia destronar Connery do posto de Bond. 

Com a re-introdução de personagens que já conhecemos mas com caras novas, fiquei fascinada por ver um dos meus actores preferidos no papel de Q. 

Skyfall é um filme que enche o olhos dos verdadeiros fans de 007. 






3 comentários:

  1. Hummm, agora fiquei bastante curiosa para ver o filme :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, vai ver. Vale a pena ver a não imortalidade de Bond.
      Gostei muito deste filme, está muito melhor que o anterior.

      Eliminar
  2. Também pior era díficil... estou curiosíssima, não pude ir ver no fim de semana passado, devo ir no próximo sábado. Sou grande fã, e agora fiquei ainda com mais vontade :)

    ResponderEliminar