Life is a mix tape


Às vezes regresso ao passado e ouço músicas que ouvi ao longo dos meus anos de vida, fui muito influenciada pelos meus tios maternos, pelo avô materno,  pelos meus pais, e acima de tudo por um irmão da minha comadre S. que trabalhava na Rádio Girão (a rádio de Câmara de Lobos).  

Se do meu passado as cassetes são apenas memórias, a música que as cassetes tinham são mais que memórias nubladas, são vivências. 
A minha paixão pelas cassetes morreu há muito, no entanto, ainda há muita gente que ainda usa  as mesmas, e é objectivo do projecto Cassette: A documentary encontrar essas pessoas. :)


Título do post inspirado num livro que li o ano passado "Love is a mix tape" e no artigo que li a semana passada sobre as cassetes (link).

Sem comentários:

Enviar um comentário