Musicoterapia: Marcha dos desalinhados

O Post anterior fez-me regressar a vários momentos do meu passado.
Até deu-me ideias para iniciar uma nova séries de posts do genéro de uma "máquina do tempo". :)

Esta música acompanhou-me durante muitos anos, muitos, muitos anos.

Lembrei-me do tempo em que tinha adoração pelo TOP+!
Nos anos em que eu andei na ESFF eu era a única miúda da turma que não tinha MTV.
Hei, eu era a única campónia da turma.
Era também a única com mais de 2 irmãos.
Era a única que tinha que almoçar na escola.
Era a única que tinha que apanhar autocarro ao final do dia e que durava quase uma hora.

Bons tempos. Nos tempos mortos podia sair da escola e fiquei a conhecer o Funchal como a palma da minha mão. Ia ao cinema, ia à DRAC, ia a salão de jogos, e fiz amigos onde menos esperava :)

(...)
Ninguém sabe
para onde eu vou
ninguém manda
em quem eu sou
sem cor nem deus nem fado
eu estou desalinhado
(...)

2 comentários: