Filme: Like Stars on Earth, Every Child is Special (2007)



9/10

Sinopse
"Ishaan é um menino indiano, de nove anos, que gosta de pintar e observar o mundo de uma forma genuína, pertencente à classe média mas com uma particularidade: é disléxico. 
Ora na Índia, tal como em Portugal há não muitos anos atrás, a dislexia tem outros nomes: preguiça, burrice, loucura, atraso mental, etc. Crianças com dislexia simplesmente são rotuladas, castigadas vezes e vezes sem fim, reprovadas e depois expulsas do sistema de ensino normal, onde com turmas enormes não há lugar para crianças que não conseguem acompanhar o ritmo e o nível exigido. 
O sistema de ensino é então concebido para incutir disciplina, ordem e rigor, pois só assim se consegue preparar os alunos para o sucesso, para o mundo real, competitivo e para serem altamente rentáveis. Caso contrário para quê estudar? 
É nesta realidade que vive Ishaan, completamente perdido, deprimido, traumatizado, e sem entender o porquê de tanta rudeza, no fundo sem entender o sistema, a sociedade em que está inserido, porque não é à sua medida. Este menino e o seu professor Nikumbh ensinam-nos que é possível ultrapassar a dislexia, que há mais capacidades, vocações e vida para além de ter boas notas e arranjar um bom e convencional emprego das 9h às 17h, como toda a gente ambiciona e a sociedade assim o determina. 
Juntos mostram-nos que cada pessoa, cada criança é simplesmente um ser único, diferente, com vocações, capacidades, dificuldades e ritmos diferentes de aprendizagem e de vida. Cada criança é como uma estrela na terra. 
Este filme para além de ser uma grande lição de vida, daquelas que não devíamos esquecer é, pela forma como se desenrola, verdadeiramente emocionante e inspirador. "  
(retirado do site da Secção de Defesa dos Direitos Humanos da Associação Académica de Coimbra).

Sem comentários:

Enviar um comentário