Do amor e outros demónios #19

 morre-se, quando já não é necessário escrever

seja o que for


Al Berto

Sem comentários:

Enviar um comentário